domingo, 30 de outubro de 2011

FILANTROPIA

FILANTROPIA: A Caridade Pagã?
Olá! Quero falar sobre algo que está no nosso cotidiano mas não damos muita importância para este assunto,a filantropia.
Vamos primeiro analisar o conteúdo histórico.
Filantropia vem do grego φίλος (amor) e άνθρωπος (homem), e significa "amor à humanidade", o termo foi criado pelo imperador romano Flávio Cláudio Juliano que tinha a intenção de restaurar o paganismo como religião do Império Romano,e assim imitou a igreja cristã que pregava sobre a Caridade.
Ao meu ver,quando a ajudamos instituições filantrópicas estamos fazendo a nossa caridade sem a necessidade de ser cristão. Para estar próximo a Deus não é necessário imediatamente se converter a alguma religião, é necessário amor,respeito e,principalmente,solidariedade.
Em um mundo tão desigual a filantropia se torna até algo sem muita importância,o que é lamentável.
Infelizmente as pessoas se preocupam mais com o próprio umbigo ao invés de se preocupar com os outros. Em tempos de crise global, por exemplo, sempre há a redução de filantropia envolvendo indivíduos e aumentou a responsabilidade social das empresas. O que poderia até significar o mesmo, mas deixa de ser algo amoroso para ser meramente empresarial.
Temos que pensar na caridade como algo que realmente não se espera de volta, algo dado de coração. A conseqüência da caridade seria um retorno de algo.
Obviamente é muito complicado dar sem a intenção de receber,mas quando praticamos o desapego até se torna fácil de se fazer. Muitas pessoas poderiam até dizer que somos tolos ao ofertar algo sem intenção de troca, mas temos que interpretar como um amor divino que tem origem em nossa
A filantropia e a Caridade têm quase o mesmo sentido, mudam apenas a forma de doutrina criada em volta de ambos.
1º A Filantropia não tem a intenção de fazer algo em favor de Deus, é apenas um "doar-se a outro ser humano". O que em minha interpretação é como "se doar a Deus amando meu próximo"
2º A Caridade é feita através de missões  e entre outras coisas a partir do ensinamento de Jesus Cristo.
De qualquer forma,a nossa aproximação ao Criador se dá de variadas formas,sejam em Instituições Filantrópicas ou na Caridade.
Quando ajudamos aos outros ajudamos a nós mesmos. Quando ajudamos os outros, amamos mais à Deus.
Carlos Taurcio
Correspondente Barra Mansa RJ