quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Uma meditação com os ícones

Hoje de manhã fiz uma meditação, que há muito tempo não realizava. A meditação resume na leitura do texto do profeta Isaias 40:1-11. Neste tempo de Advento somos chamados a conversão e guiados por Isaias a preparar o caminho do Senhor.
Que caminho nós estamos preparando como comunidade, como sociedade? Nossa paróquia está inserida em um estado onde possuímos dificuldades na saúde, na educação, na segurança; onde os doutores da lei, deputados, chefe da casa civil, governadores, desviam milhões dos cofres públicos; todos eles se proclamam convertidos, todos eles aceitaram a Jesus, neste contexto como podemos ler em Isaias 40:1-11.
O Evangelho de Marcos em seu primeiro capítulo nos traz a figura de João Batista que cumpre a profecia de Isaias (Marcos 1:1-3). 
João Batista nos chama a fazer um batismo de conversão, nos conta Marcos 1:1-8. O Senhor quer ter o caminho livre em nosso coração para a conversão de nossa vida. Precisamos ficar livres das ataduras deste mundo, pois Ele nos quer apascentar e guiar, devemos estar disponíveis para acolhê-lo e reconhecer que somos pecadores. 
Nos ícones dois ícones, tanto de São João Batista e Isaias, ambos indicam qual é o caminho, ambos possuem um pergaminho aberto proclamando desta maneira o cumprimento da palavra.
No Próximo domingo na Liturgia da Palavra, escutaremos as leituras de Isaias 40, 1-11 e Marcos 1:1-8. Preparemos o caminho para viver o verdadeiro Natal. 

Isaias 40:1-11
Consolem, consolem o meu povo, diz o vosso Deus – encorajem a Jerusalém e anunciem que ela já cumpriu o trabalho que lhe foi imposto, pagou por sua iniqüidade e recebeu da mão do Senhor o dobro por todos os seus pecados. Uma voz clama: “no deserto preparem o caminho para o Senhor; façam no deserto um caminho reto para o nosso Deus. Todos os vales serão levantados, todos os montes e colinas serão aplanados; os terrenos acidentados se tornarão planos; as escarpas serão niveladas. A glória do Senhor será revelada, e, juntos, todos a verão, pois é o Senhor quem fala”. Uma voz ordena: “Clame”. E eu pergunto: “O que clamarei?” “Que toda a humanidade é como a relva, e toda a sua glória como as flores do campo. A relva murcha, e as flores caem, mas a palavra de nosso Deus permanece para sempre”. Você, que traz boas novas a Sião, suba num alto monte. Você, que traz boas novas a Jerusalém, erga a sua voz com fortes gritos, erga-a não tenha medo; diga às cidades de Judá “Aqui está o seu Deus!”. O Soberano, o Senhor, vem com poder! Com seu braço forte ele governa. A sua recompensa com ele está, e seu galardão o acompanha. Como pastor ele cuida de seu rebanho, com o braço ajunta os cordeiros e os carrega no colo; conduz com cuidado as ovelhas que amamentam suas crias”.
Palavra do Senhor, Demos graças a Deus.


Marcos 1:1-8
Princípio do Evangelho de Jesus Cristo, o Filho de Deus. Conforme está escrito no profeta Isaías “Enviarei à tua frente o meu mensageiro; ele preparará o teu caminho – voz do que clama no deserto: ‘Preparem o caminho para o Senhor, façam veredas retas para ele’. Assim surgiu João, batizando no deserto e pregando um batismo de arrependimento para o perdão dos pecados. A ele vinha toda a região da Judéia e todo o povo de Jerusalém. Confessando os seus pecados, eram batizados por ele no rio Jordão. João vestia roupa feitas de pêlos de camelo, usava um cinto de couro e comia gafanhotos e mel silvestre. E esta era a sua mensagem: “Depois de mim vem alguém mais poderoso do que eu, tanto que não sou digno nem de curvar-me e desamarrar as correias das suas sandálias. Eu os batizo com água, mas ele os batizará com o Espírito Santo”.
Evangelho do Senhor, Louvado sejas, ó Cristo.
Reverendo Hugo Armando Sanches
Pároco da Paróquia Santíssima Trindade