sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

O propósito da Religião e nossa Missão

De onde viemos? Para que viemos? Há um propósito para estarmos aqui?
Estas perguntas muitas vezes nos fazem refletir o sentido de nossa vida, mas qual a conclusão que tiramos de tudo isso?
Será que estamos realmente fazendo aquilo que deve ser feito ou somos meras criaturas que passam por passar neste planeta?
Acredito que quando fomos criados tínhamos uma relação com o Supremo Deus de harmonia e divindade, mas que com o passar dos anos fomos acabando com este elo espiritual e começamos a viver de forma egoísta. E muitas vezes nos decepcionamos com aquilo que não satisfaz nosso ego.
Desde aquele período até os dias atuais, muitas são as vezes que necessitamos de algo para iluminar-nos de forma que nossas respostas sejam direcionadas corretamente de acordo com nossa necessidade. Assim nasceu a religião.
Segundo minha doutrina, Deus envia as religiões necessárias para determinada época e determinado público, assim nascem os profetas, messias e missionários.
O que esperar delas? A busca incansável por respostas cruéis que nem mesmo a Ciência foi capaz de descobrir e talvez nem esteja próxima a isso.
Somos dotados de dúvidas, por isso, para algo sobrenatural há uma resposta em qualquer ponto ou ensinamento de algum dos messias existentes nas religiões.
Mas mais importante que as religiões são as missões que devemos cumprir no cotidiano. Quais seriam? Pela doutrina que sigo a maior de todas as missões é FAZER ALGUÉM FELIZ. Não há nada mais importante que ser o número 1 na felicidade de alguém. É algo prazeroso, mostra a comunhão entre irmãos e acima de tudo, agrada a Deus.
Nós só nos tornamos felizes quando fazemos a felicidade de alguém, seja com um bom dia, um abraço, um elogio sincero, uma ajuda quando alguém está em dificuldade.
Esta é a nossa missão! E quando se chega ao final do dia, quem praticou as boas ações deitará tranquilamente em sua cama e feliz por ter feito parte da Obra Divina que é transformar o mundo em um Paraíso.