Ministério dos Acólitos

Conheça nosso ministério e saiba mais sobre nossa experiência missionária em Campo Grande – Mato Grosso do Sul

Compromisso dos Acólitos e Acólitas: 
“Servir ao Senhor com alegria!”


ministério dos acólitos é uma pastoral de serviço existente há muito tempo na Igreja Episcopal Anglicana do Brasil. O objetivo é reunir, preparar, ensinar e treinar crianças a partir de 7 anos, adolescentes e jovens para o auxílio na liturgia do altar e também no serviço ao mundo. Muitos dos clérigos e clérigas hoje em atividade descobriram sua vocação pastoral quando ainda serviam nos grupos de acólitos.  
O primeiro encontro de atualização e formação  aconteceu no sábado 17/03  e desde então têm acontecido regularmente.  Todos os encontros iniciam com a Coleta da Pureza e a Oração do Acólito elaborada pelo ministro leigo Alexandre Bruno.

Nosso curso está sendo dirigido pelo ministro-leigo Alexandre Bruno nas tardes de sábado, utilizando apostila preparada pelo Reverendo Ivaldo Correia (Diocese do Rio de Janeiro). Na parte teórica, os acólitos já aprenderam a estória de Samuel, que ainda muito pequeno, servia ao altar do Senhor auxiliando o sacerdote Eli. Aprendem também os nomes das alfaias e utensílios litúrgicos, o sentido simbólico dos mesmos e das várias partes da liturgia, além do cerimonial. Na parte prática, além do próprio serviço litúrgico em seus diferentes ritos, também estão se inserindo na pastoral social participando da atividade de assistência no Jardim Noroeste um sábado por mês e compreendendo, dessa forma, que o serviço do altar e o serviço ao mundo são inseparáveis, pois teologicamente, o sacrifício de Cristo no altar foi também a culminação do seu serviço em prol do mundo e da criação.
Testemunho - Alexandre Bruno
Cada sábado é uma surpresa no encontro de acólitos! Tudo isso me motiva a cada dia, para preparar, organizar e investir na juventude – afinal, é tarefa de todos nós!  Hoje realizamos um teste, dentre as perguntas algumas eram pessoais!  Confira as respostas.
“Em sua opinião, de que forma podemos fazer nosso grupo crescer?”
Egydio (11 anos) respondeu: “- Recrutando pessoas dispostas a assumir o compromisso do acolitato. Podemos ampliar através da disciplina, atividades ao ar livre e ação social”.
O acólito Flávio Deip (22 anos), sugeriu: “devemos divulgar nossas atividades através das redes sociais buscando sempre a perfeição. Pois através de nossas práticas espirituais teremos maior reconhecimento”.
Na pergunta que desfiava os acólitos a explicar de que forma podemos ampliar nosso trabalho no campo da juventude, o acólito Dennis (10 anos) propôs “viagens, intercambio e passeios”. Nathaly (14 anos) contribui convocando cada participante “em convidar amigos dispostos ao desafio do acolitato a participar de nossos estudos”…
E, para finalizar; na pergunta sobre nosso carisma a resposta foi: “Servir ao Senhor com alegria!”
E assim seguiremos nosso pequeno grupo unido pela fé, com DISCIPLINA, PERSEVERANÇA e ALEGRIA!
O encontro não é apenas para os atuais acólitos, mas para todas as pessoas interessadas, que desejem conhecer melhor o ministério do altar.
Serviço a Deus e ao mundo !
Em abril (sábado, dia 06/04) a formação  acompanhou a ação social mensal com a qual colaboramos no Jardim Noroeste, organizada pela Associação Amigos de Maria. No sábado, além do atendimento a gestantes e crianças, houve palestras com equipe da assistência jurídica e encaminhamentos de famílias que necessitam de apoio jurídico gratuito.
objetivo foi inseri-los na prática diaconal para que compreendam que a palavra “liturgia” significa  “serviço“. Aliás, na língua inglesa utiliza-se o termo “service” para designar qualquer ofício religioso. No momento da celebração litúrgica trazemos a Deus nossas dores e alegrias, frustrações e esperanças, nossa visão da realidade que nos cerca mas também a visão das utopias e esperanças que alimentamos. Não é possível servir na liturgia apenas como um ato “espiritual”. O serviço da celebração litúrgica alimenta-se e encontra seu sentido no serviço prático. O serviço litúrgico do altar espelha-se no sacrifício de  Jesus Cristo que, no altar da cruz, serviu ao mundo e ao Pai.
Mensagem do Bispo Naudal Gomes
(Diocese Anglicana de Curitiba) sobre o ministério de acólitos
Paz e Bem!
Compartilho a noticia/informação, repassada por D. Jubal, da mobilização da Diocese de West Texas com referência aos acólitos. Dom Jubal criou na década de 60 o movimento de acólitos na Diocese Sul Ocidental, nos anos 80 ocorreu nova iniciativa para fortalecer o movimento, do qual tive o privilégio de participar, com Dom Jubal, da formação e organização do grupo de acólitos, na primeira paróquia que fui chamado a pastorear, onde realizamos o chamado festival de acólitos, com retiro e instituição dos pequeninos ajudantes do nosso culto.
Vi com alegria o esforço do Rev Cleny preparando acólitos para a comunidade de Foz, dedicadas meninas que estão cada vez mais naturalmente, com seriedade e responsabilidade participando do culto. Vi o esmero, beleza e perfeição da elaboração das vestes coordenada por D. Margarida. Convido a todos e todos que visitemos o link que promove os acólitos em nossa co irmã Igreja dos Estados Unidos, na esperança de que possamos despertar vocações para o ministério dos acólitos/as pois acredito firmemente que essa prática foi, é e será importante para o ministério e missão da Igreja. Do nosso culto, da assembléia liturgia, convocada por Deus, onde participamos com nossos dons, somos enviados a testemunhar e viver o amor de Deus no mundo. Do grupo de acólitos e do grupo dos jovens surgiram muitas vocações para o ministério sacerdotal e fiéis servos e servas de Deus para o ministério laico.
Com abraços fraternais, na misericórdia de Deus, + Naudal.